Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sobriedade

por titi, em 26.09.14
Na semana passada, num dia em que fui almoçar a uma casa que também é minha, a conversa era sobre o defunto Banco Pinto e Sotto-Mayor. O  dono da casa, que é meu tio e meu padrinho, trabalhou nesse banco até se reformar e guarda muito boas recordações desse percurso. Depois da reforma, ele e a sua encantadora esposa, que é minha tia e minha madrinha, alistaram-se no grupo de reformados do banco, à conta do qual fizeram muitos amigos e tiveram belas aventuras. A conversa era sobre esse grupo e o Banco em geral e o meu padrinho estava a dizer que os funcionários eram tratados com gentileza e beneficiavam de várias pequenas atenções por parte de quem mandava. Por exemplo, houve durante muitos anos um prémio em dinheiro para o melhor aluno de licenciatura entre os muitos filhos dos muitíssimos funcionários do Banco. E às tantas diz ''o João até chegou a beneficiar desse prémio.'' Só assim.</p>

E eu até tive vontade de rir ante a sobriedade do comentário do homem. É que vivemos num tempo de tamanha fuçanguice com os resultados escolares dos filhos - ando pior que estragada porque a turma do Vasquinho, que ainda tem TRÊS anos, anda a aprender a fazer contas (ele só conhece meia dúzia de números, como lhe compete na idade que tem) e a escrever o nome ... em manuscrito - que um pai mais fanfarrão jamais perderia a oportunidade para se vangloriar do aluno brilhante que o filho - esse e os outros - foi (sempre o melhor aluno da turma no liceu, na licenciatura em Engenharia Mecânica, deu imensamente nas vistas no mestrado e teve tido a possibilidade de escolher entre uma variedade de carreiras cobiçadas que lhe eram oferecidas e quase impingidas).

Assim sendo e já que os pais não se vangloriam dos filhos, vanglorio-me eu dos primos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Checa a 27.09.2014 às 18:06

Assim se vê a categoria das pessoas.

Comentar post



calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930


Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Who's among us?




Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D