Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Guiomar

por titi, em 15.02.13

Hoje é dia de guardar um minuto para recordar alguém que durante anos fez parte das nossas (Checa, eu e, sobretudo, Kika) vidas e que teve, ela própria, uma existência amarga, sofrida e solitária do primeiro ao último dia. Os tempos mais felizes da vida dela devem ter sido os anos em que cuidou dos filhos mais velhos da Kika, cuja família a acompanhou muito na velhice.

Morreu da maneira mais triste que se possa imaginar.

Quando alguém se queixa de não ter sorte nenhuma na vida, eu fico logo com formigueiros de irritação porque, muitas vezes, o azar de que falam é consequência de uma cadeia de escolhas infelizes que a pessoa não podia, evidentemente, adivinhar a que conduziriam, mas em que teve a possibilidade de escolher e de desempenhar um papel activo no desenrolar dos acontecimentos da sua vida, felizes ou infelizes.

Ter azar é outra coisa, azar é uma doença grave que se abate sobre alguém e esmaga as perspectivas de futuro de uma família, um acidente, não ter trabalho nem recursos para uma vida digna, perder um filho, não ter ninguém a quem recorrer quando se precisa, ser, por circunstâncias do acaso, arrastado por uma torrente que nos obriga a prescindir de quase tudo para assegurar a sobrevivência de outros, ser idoso e estar completamente só.

Isto é azar e queixas por insignificâncias são ofensivas para as pessoas que são vítimas de acontecimentos que não puderam controlar e se aguentam.

Distraí-me. Este post era para recordar a Guiomar, que fazia anos hoje.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728


Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  



Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D