Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Dermatologista implacável e médicos em geral

por titi, em 30.01.13

Hoje fui à dermatologista e o meu post sobre cremes e maquilhagem desactualizou-se. A senhora reprovou veementemente a minha escolha de hidratantes e de base, tudo da Body Shop, e prescreveu-me coisas novas que estou cheia de vontade de experimentar.

A parte chata da consulta foi a proibição de correr durante uma data de dias para a costura da coisa que me tirou de uma perna não abrir. Eu, que já estava a recuperar de 10 dias de inacção motivada pela chuva torrencial, as doenças dos filhos e a minha própria gripe e que me deixaram muito em baixo de forma, vou ter que recomeçar tudo outra vez daqui a uma semana, que treta!

Sempre que visito um consultório de dermatologia lembro a piada que os médicos da família trocavam por alturas da escolha da especialidade sobre como a dermatologia é a escolha certa para quem quer trabalhar pouco e ganhar muito dinheiro. Será, mas têm que ver e mexer em cada coisa mais nojenta!

Os nossos primos devem ser uns grandes otários, em vez de uma escolha esperta vão para Medicina Interna e trabalham que nem mulas sem que o retorno financeiro compense, aos meus leigos olhos, o investimento de tempo e, sobretudo, de tempo familiar de que têm que prescindir. Mas dão cá um jeito nas alturas em os assuntos de saúde nos aflijem!

A profissão médica é socialmente hiper-valorizada e não é só no nosso país de parolos. Por exemplo, nos Estados Unidos, um país que de parolice provinciana não pode ser acusado, são-no mais ainda (e ganham proporcionalmente). Tenho amigos cuja sanha contra os ordenados dos médicos e a classe em geral me impressiona imenso. Por mim, a haver classes profissionais com ordenados elevados, que sejam precisamente os médicos. Um médico competente é, aos meus olhos, uma espécie de divindade em cujas mãos quero poder entregar-me incondicionalmente em caso de necessidade.

(vai continuar)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

De Checa a 30.01.2013 às 10:18

É uma vergonha um bom médico receber um ordenado inferior ao de outros que se limitam a chutar umas bolas e, às vezes, acertar na baliza.

De titi a 30.01.2013 às 12:30

Ora, isso vale para qualquer profissão!

De samicas a 31.01.2013 às 10:17

A vergonha é um médico que recebe um balurdio não acertar na "baliza"...
E concordo com a titi... os dermatologistas (muitos!) são peritos nisso... É por tentativas (e sei do que falo!)... Eles são médicos que dão 15 min. de consulta, têm uma secretária, uma assistente e uma lâmpada e cobram balurdios... Os dentistas são caros mas têm maquinaria, medicamentos e produtos vários, um rol de equipamento, enfermeiras, demoram quase 1 hora na consulta... comparando, se calhar não são assim tão caros!!!
Enfim, dentro desta classe, como nas outras, há casos e casos...

De Rita a 31.01.2013 às 18:25

É (quase) tudo verdade, excepto que os americanos não podem ser acusados de parolice provinciana... Não generalizando, que é coisa que detesto fazer, e ver fazer, se há parolos provincianos é nos EUA e nem é preciso ir à América profunda.

De titi a 31.01.2013 às 19:16

É verdade. Eu escrevi a pensar nos Estados Unidos lá mais para o lado esquerdo mas é bem verdade que se andarmos para o centro-sul, parece que retornámos à idade média da inteligência, tens razão.

Comentar post



calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Who's among us?




Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D