Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O ideal

por titi, em 06.09.14
Sério no modo, sóbrio no dizer, amigável, o jovem veio despedir-se dos vizinhos, anunciou que partia a lutar no Iraque pelo seu ideal, o de um mundo melhor, mais justo, menos corrupto. Embarcou ontem com a mulher e dois filhos.


Criei-me num mundo hostil e assustador: guerra na Etiópia, Guerra Civil de Espanha, Guerra Mundial, guerra na Indochina, na Coreia… Essas catástrofes longínquas tinham o efeito de redobrar em mim a ânsia de um ideal que terminasse com todas as guerras e a todos fosse dado viver num mundo de paz, dignidade e menos fome.

Mau grado reveses, dramas pessoais, tristezas, decepções e injustiças sofridas, mantive esse ideal já passado dos trinta.

Em 1964 conheci pela primeira vez o desafogo que a abastança permite, mas se recordo a data não é pelo conforto em que desde então passei a viver, sim pela tragédia de por esse tempo ter definitivamente  perdido os ideais que acalentara. O acaso da vida e das relações levara-me a conviver com uma casta de políticos, futuros políticos, jornalistas, literatos, negociantes, diplomatas de várias nações e raças que, realistas, diziam tê-los e vivê-los, mas não se perdiam em sonhos ou ideais. Falavam com língua dupla ou tripla, conforme o interesse, desdiziam o que antes solenemente tinham jurado, vendiam-se ao interesse que melhor pagasse. Vi-os depois em governos.

Dessa gente, a que não pertencia nem desejava pertencer, me desliguei sem pena, certo que continuaria a caminhar sozinho e que a jornada seria demorada e penosa.

De facto assim foi, ainda é, porque não tenho ideais nem sonhos, vivo num mundo em que vale a pena ser DJ, jogar futebol, seguir Justin Bieber, onde a nudez de uma ou outra mulher recebe mais atenção do que centenas de afogados no Mediterrâneo, um mundo onde a fome e as pragas se tornaram folclóricas e proveitosas.


Não estranho que haja idealistas que desejam a mudança e a quem o fanatismo cega. Mas que mundo é este em que, cegos também, aceitamos viver? Que esperança é a nossa? Que fizemos ao  ideal?


José Rentes de Carvalho


Tirei daqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Irmão Lobo

por titi, em 06.09.14

Nunca me vou cansar de recomendar e de oferecer este livro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930


Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Who's among us?




Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D