Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Avião, comboio, metro, autocarro (de 2 pisos) e roda gigante, o que mais pode um miúdo querer?

por titi, em 20.03.14

Cá vamos nós.

Mind the gap, please mind the gap!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Serviço ao público

por titi, em 18.03.14

Mereciam enriquecer à conta do bem que o trabalho delas faz aos outros, as seguintes pessoas pelos seguintes trabalhos:

 

- Maria do Rosário Pedreira, pelos livros de poesia e pelo blog Horas Extraordinárias que é tudo aquilo que o nome promete. Acompanho-o desde o post nº 1 e é, provavelmente, o blog a que sou mais leal.

 

- Carlos Vaz Marques, porque faz maravilhosamente tudo aquilo a que deita a mão. Entrevistas (embora eu já tenha ouvido um entrevistado irritado com a introdução dele à entrevista, nem mais nem menos que o Chico Buarque), livros, apresentações, moderação de debates, prepara-se escrupolo-minuciosa-para lá de impecavelmente.  Dava-me uma coisa se este programa acabava, já perdi a conta aos livros que descobri depois de o ouvir.

(já foi é ... mmm ... mais simpático)

 

- João Miguel Tavares pelo Pais de Quatro. Eu era dos que achavam que devia ser escorraçado do Governo Sombra de tanta ridicularia que lá diz mas, ou ele aligeirou o discurso ou a simpatia que a versão que dá a conhecer no blog me desperta me aligeirou a mim, já não acho. É irritante, despropositado, fala mal e com uma dicção enervante, com convicções políticas para lá de duvidosas mas a versão pai/marido que transparece no blog tem uma genuinidade que acho muito, muito engraçadas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que atire a primeira pedra

por titi, em 17.03.14

a mãe que não se derretia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Filosofia para começar o dia #4

por titi, em 17.03.14

Acordar?! Não, por favor não!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Directamente da mais tenra infância

por titi, em 16.03.14

Pedi emprestados à Ita, a nossa tia mais velha, um volume dos quatro que ela nos lia, a mim, à minha irmã e aos nossos primos, quando éramos pequeninos. Pequeninos mesmo pequeninos, lembro-me de ela me ler aquelas histórias quando eu ainda não andava na escola primária e passava temporadas a cargo dela durante o verão. Achei que os meus filhos, que adoram quando rebusco coisas do antigamente para lhes contar - todos gostam, não? - iriam delirar com as histórias, contos tradicionais portugueses (compilados pelo José Gomes Ferreira e ilustrados pela Maria Keil) que nos encantavam há quase quarenta anos.

Trouxe o livro para casa, preparei-me para escolher uma história para a noite e ... foi um embaraço. Não há história que se aproveite para contar aos putos: em quase todas o marido dá uma coça na mulher, mata a mulher, casca-lhe por ela não lhe fazer o jantar. Cenas violentas, mesmo. Na maior parte, a coisa termina com a mulher toda negra ou afogada pelo homem, nas melhorzinhas a mulher aprende a lição e passa a de calona a fada do lar. A história que aqui reproduzo é muito suave mas escolhi-a por me lembrar perfeitamente de a ouvir em pequenita. Sempre entrecortada porque a Ita adormecia várias vezes enquanto nos contava as histórias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gostar de mulheres mais velhas

por titi, em 14.03.14

A turma do António tem dois meninos com autismo. Num deles a perturbação é severa e o agrupamento só autorizou a inclusão dele na turma por os pais terem a possibilidade de pagar a uma psicóloga que o acompanha na sala durante o tempo todo (sei disto porque quando elogiei a felixibilidade do sistema público que permite a inclusão de duas crianças com necessidades específicas, a Professora me disse que tinha sido na sequência de uma árdua batalha dela e dos pais do menino em causa, versus o ministério da educação e mesmo a direcção do agrupamento). A dita psicóloga, a Inês, é uma jovem de vinte e muitos anos muito simpática de quem o António gosta muito e a quem conta a vida toda.

Quando hoje o fui buscar para almoçar, vinha cabisbaixo. ''Zanguei-me com a Inês'', disse. E eu, ''A sério? Queres contar-me porquê?''. Que não, era segredo.

Esperei, sabendo perfeitamente que antes do fim do intervalo ia revelar a razão da zanga. Assim foi. Apesar de estarmos sozinhos em casa, bichanou-me ao ouvido uma história muito rebuscada, de que não percebi grande coisa mas que deu para perceber ter sido uma insignificância. O que o estava a perturbar era ter rematado a conversa a dizer à rapariga que já não gostava dela.

Fui buscar uma barrinha de chocolate imitação de Kinder da marca Pingo Doce e sugeri-lhe oferecê-la à Inês, acompanhada de um beijinho. Ele ficou muuto contente com a ideia, guardou a barra, pensou um bocado e perguntou ''Mas o que é que eu lhe digo quando lhe der o chocolate?''. ''Então, dizes que já és outra vez amigo dela e que gostas dela''. Ele, indignado, ''Não lhe vou dizer isso assim, ela tem para aí 17 anos, não é uma miúda, não lhe vou dizer isso assim!''.

Ri-me, ri-me, ri-me e ele, meio desconcertado, ''ou 18 anos.''

Autoria e outros dados (tags, etc)

Filosofia para começar o dia #3

por titi, em 14.03.14

Já o mais velho saltou da cama num ápice para ... para ... ir para a sala fazer freneticamente fichas de um livro que avó lhe deu. A razão: na última página há um ''diploma'' que diz ''Certifica-se que ________________ completou as fichas deste livro'' e ele está ansioso por chegar ao fim para o ter.

Também o fez saltar lesto da cama a antecipação de um acontecimento muito emocionante que se ia passar esta manhã na escola: a turma ia ser autorizada a escrever com esferográfica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Filosofia para começar o dia #2

por titi, em 14.03.14

Não foi bem filosofia, antes uma cena de filmes com estripadores, gritos e guinchos que duraram mais de dez minutos.

''Nããão, não quero acordar!''

''Vai-te embora!''

''Não gosto de ti, não gosto do pai, não gosto do mano, não gosto de ninguém!''

''Não vou para a escola, vou destruir a escola!''

A sério? E como é que vais destruir a escola?

''Com a mão.''

E ficou bem-disposto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um presente ... diferente

por titi, em 12.03.14

Ontem disse ao António e ao Vasco que tinha visto na net uma ideia muito gira para executarem e darem ao pai no dia dele. Era escrever-lhes nas mãos as letras da palavra PAI e um coração (para bater certo com a quantidade de mãos que os meus filhos têm) fotografar e emoldurar.

O António raciocinou, visualizou e perguntou ''não pode ser antes nas bochechas dos rabos?''

 

Era isto que eu tinha em mente, não sei se em rabos funcionará tão bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desgraça

por titi, em 11.03.14

Em vésperas da partida para Londres, a minha caixa de correio enlouqueceu, os emails que lá tinha evaporaram-se no ciber...coiso, a assistência técnica do Yahoo tentou ajudar mas não teve sucesso e as informações sobre voos e estadias estavam lá e só lá.

Que bom é ir perdendo uma tarde de trabalho a tentar resolver questões merdosas destas.

Autoria e outros dados (tags, etc)



calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Who's among us?




Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D