Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Coisas de que não me vou esquecer #4

por titi, em 17.01.14

Da vez em que, pelos 6 ou 7 anos, acompanhei o meu pai numa viagem, fiquei com febre, e perante a incapacidade do meu pai, foi uma colega que lá estava - certamente mãe - a meter-me um supositório pelo rabo acima, uma indignidade sem paralelo nos anos que se seguiram.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Para Grandes Solidões, Magníficos Espelhos

por titi, em 16.01.14

Durante vários meses, Carmo Sousa Lima (psicanalista) e Vasco Araújo (artista plástico) conversaram sobre a infância e os mistérios que a tecem sem se deixarem ler; sobre a delicadeza; sobre o enigma que parece estar no coração de tudo; sobre a virtude da incerteza, a coragem, o fascínio da fragilidade; sobre os medos que cruzam a vida em todas as direcções. A obra em vídeo de Vasco Araújo – hoje uma referência central no panorama da arte contemporânea – inspirou muitas destas conversas. Sem que tivesse sido planeado, o livro revelou-se um surpreendente ‘statement’ sobre a experiência criativa de Vasco Araújo. Longos anos de experiência clínica, e um olhar de autora de poesia, atravessam cada linha deste livro. Olhada em conjunto, a conversa – com as suas hesitações, inseguranças, mudanças bruscas de direcção – reflecte sem o quererem, a experiência da vulnerabilidade com que os dois interlocutores vêem, de dentro, a vida. João Sousa Monteiro (psicanalista) colaborou na última, e mais extensa, conversa deste livro.

«Vasco: …O mundo é feito de coisas invisíveis, que quando se mostram são extraordinárias!

João: Mas quantos dos vivos estão vivos? O que é que, em cada um de nós, está vivo – ainda está vivo, já está vivo, nunca esteve vivo, nunca estará vivo, não queremos que esteja vivo? C. Péguy dizia que em cada novo dia, a coisa mais velha do mundo é o jornal da véspera, e a mais nova, a Ilíada. Quantos de nós somos apenas o jornal da véspera? Quanto de cada um de nós já se tornou no jornal da véspera, ou quantas vezes nunca foi outra coisa senão o jornal da véspera? Estou inteiramente de acordo em que é precisa imensa coragem para manter um olhar claro relativamente à vida. Mas não é exactamente o que mais nos falta a todos, coragem?

Carmo: …«ele há dias»… e nessa matéria – como em tantas outras – há dias que valem anos e anos que valem dias…»

 

Há coisas assim: ouvi a edição de hoje do Livro do Dia e soube imediatamente que ia amar este livro, não só porque a voz do Carlos Vaz Marques é capaz de fazer parecer boa a obra mais indigente mas também por me ter recordado da entrevista de que já aqui falei com a psiquiatra Carmo Sousa Lima, uma entrevista que re-ouço imensas vezes e me revela sempre uma espécie de imagem reflectida de mim. Vai daí, tive o livro na mão, folheei e ... não comprei. Tenho tanta dificuldade em adiar um prazer como este que desta vez resolvi tratar o livro com respeito em vez de me atirar a ele que nem uma besta da leitura. Vai esperar uma ou duas semanas. Ou até acabar o outro livro muitíssimo bom que tenho nas mãos. Este:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas de que não me vou esquecer #3

por titi, em 16.01.14

Da euforia que senti no dia em que, finalmente, passei no exame de condução. Disse aos meus pais que era o dia mais feliz da minha vida.

Coitada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Votos

por chicafestarola, em 15.01.14

Olá,

Tenho estado um bocado afastada destas lides mas o pensamento está muito perto de vocês.

Até quando se deseja um bom ano?

Eu acho que é sempre tempo para se desejar coisas boas a quem gostamos, por isso...

 

FELIZ ANO NOVO às mihas queridas amigas!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas de que não me vou esquecer #2

por titi, em 15.01.14

A minha prima Clarinha grávida de 7 meses (de gémeas) a produzir jantar para 20 pessoas no dia do funeral do Pedro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas de que não me vou esquecer #1

por titi, em 14.01.14

A generosidade da minha irmã que prescindiu do dinheiro de umas belas férias em família para oferecer a 38 amigos uma maravilhosa festa de 40 anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas de que não me vou esquecer

por titi, em 14.01.14

É nova rubrica que decidi instituir aqui no coiso, pelo menos até me esquecer de a actualizar e a coisa morrer por si.

Ficava mesmo contente se as minhas colegas a enriquecessem com memórias suas. Sim?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pedido de desculpa

por titi, em 09.01.14

Há uns dias, quando estávamos todos sitiados em casa dos meus pais por causa do frio, da chuva e das doenças invernosas, o meu sobrinho Francisco foi desagradável para o Vasquinho e eu mostrei-lhe o meu desagrado - a versão mais rigorosa é que lhe ralhei e ameacei com um corte de relações. Passado um bocado apareceu com este desenho que entregou ao Vasco mas com o rabo do olho em mim porque era comigo que ele queria verdadeiramente fazer as pazes. É, provavelmente, o miúdo mais giro do mundo, este sobrinho. A mera lembrança de algumas coisas que ele faz, põe-me a rir sozinha, onde quer que esteja.

Só não percebi bem as cristas dos personagens, tenho de lhe perguntar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais um post preguiçoso (mas bom)

por titi, em 09.01.14

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Na transferência da agenda de 2013 para a de 2014 encontram-se coisas boas

por titi, em 08.01.14

Quem disse foi João Lobo Antunes numa entrevista que já não sei onde li.

Autoria e outros dados (tags, etc)



calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Who's among us?




Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D