Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dia da Mãe

por titi, em 09.05.13

Meio fora de prazo, partilho convosco o lindo presente que recebi no Dia da Mãe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marlon morreu. Vamos ao concerto?

por titi, em 09.05.13

Em Janeiro de 2012, Kim Chol, um importante oficial do Exército norte-coreano, foi fuzilado juntamente com alguns amigos por ter consumido álcool durante os cem dias de luto decretados no país, após a morte do querido líder Kim Jong-il. Na Coreia do Norte matam-se pessoas por beberem durante um período de luto. Já na Universidade do Porto morrem pessoas e faz-se o luto bebendo até cair. É certo que o regime de Pyongyang não se recomenda. Mas a Federação Académica do Porto também não.

Para quem anda à procura de exemplos da selvajaria capitalista, não vale a pena dar-se ao trabalho de esmiuçar as intervenções de Vítor Gaspar - basta olhar para a decisão de não suspender o programa da Semana Académica do Porto depois de um estudante ter sido assassinado a tiro no recinto. Os responsáveis pela Queima não precisavam de ter anulado todo o evento: cancelavam o primeiro dia de festejos, ainda lhes sobravam seis, e fingiam ter um mínimo de sensibilidade. Mas nem isso. O Lado Negro da cerveja é demasiado forte. E por isso, os estudantes preferiram apostar em iniciativas simbólicas sem impacto orçamental, tipo bué minutos de silêncio comoventes, "tão a ver?

É claro que a rapaziada ficou tristíssima com o que aconteceu. E, para ultrapassar o trauma, decidiu afogar todas as noites a mágoa em bebida. Basta ler a reportagem que Natália Faria assinou ontem neste jornal para ficarmos sensibilizados com tamanha comoção alcoólica. Permitam-me citar: "Não é que o nome de Marlon tenha sido esquecido. Mas, dizem os estudantes, festejar e beber podem ser uma forma de fazer o luto. "Ele não teria gostado que interrompessem a festa por sua causa", alega Rita Machado, 19 anos." Segundo a jornalista, a estudante Rita fez a alegação "entre goles servidos directamente de uma garrafa de litro e meio de cerveja" - o que deve ter ajudado muito na recolha da opinião do morto. E a reportagem seguia com caloiros de gatas a serem sulfatados de vinho tinto, uma outra conhecida forma de luto entre os bosquímanos do Kalahari.

Eu pertenço à geração que há 20 anos, neste mesmo jornal, foi apelidada de "geração rasca" por Vicente Jorge Silva. Por isso, sou naturalmente cuidadoso quando se trata de fazer generalizações sobre a juventude actual. A juventude actual é como a juventude de qualquer época: cheia de energia e uma certa tendência para a parvoíce. O director da Faculdade de Desporto, onde Marlon Correia estudava, escreveu um comunicado indignado, onde dizia que esta não é "a juventude com a melhor formação de sempre" - é, isso sim, a juventude com a "maior instrução de sempre", porque "formação é outra coisa bem diferente: tem a ver com o índice de consciência, competência, sensibilidade e responsabilização cívica".

Dizer que estas qualidades faltam à juventude actual como um todo é obviamente abusivo. Basta ir à página de Facebook da Federação Académica do Porto para verificar que inúmeros estudantes não concordaram com a opção de continuar com os festejos. Mas importa deixar claro o quão insensível foi a decisão, e o quão ofensivo é ver milhares de estudantes bêbados arrastarem-se pelo mesmo local onde um colega seu acabou de perder tragicamente a vida. Quando, na cabecinha de tantos estudantes, o direito à bebedeira se sobrepõe ao respeito pela morte, alguma coisa de muito errado se está a passar. Acordem, meninos.

 

No Governo Sombra, o JMT diz muita bujarda mas aqui acerta em cheio. Também achei repugnante que não cancelassem a Queima depois do assassinato do rapaz, um desrespeito e um despudor miseráveis e indescritíveis.

Autoria e outros dados (tags, etc)


calendário

Maio 2013

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Who's among us?




Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D