Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A meio

por samicas, em 31.01.13

Há já vários anos que sofro de um mal: deixo tantas coisas a meio!!!

Umas ficam mesmo a meio, outra só as acabo uns dias, umas semanas, uns anos depois...

Dou alguns exemplos.

Filmes (em casa): ou não vejo o início porque estava a deitar os miúdos, ou não vejo o fim porque adormeço! Tenho vários fins de filmes gravados para ver!!!

Séries: começo a ver e depois esqueço-me do dia, da hora, de programar gravação...

Arrumações e grandes limpezas: muitas acabo mas outras, porque quero que fiquem perfeitas, e porque demoram muito tempo (que nem sempre tenho) lá ficam a meio...

Livros: nas férias acabo-os. No resto do ano, enrolo-os... uma página aqui, outra acolá, separadas vários dias, semanas, que até me esqueço onde ía e tenho de recuar algumas folhas atrás... ou porque já devia estar a dormir quando as li...

Fotografias e álbuns: a sua organização estará sempre a meio!

Ponto de cruz: actividade a que volto de vários em vários anos. Tenho um quadro a meio... esse acho que nunca o terminarei!

Por um lado esta situação desanima-me.

Por outro lado é bastante positivo saber que quando tiver tempo, terei muito por onde escolher...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escuteiros

por samicas, em 31.01.13

Os escuteiros entraram na minha vida há cerca de 20 anos.

Entraram na minha vida mas, atenção, eu não entrei na organização, ou seja, não sou escuteira...

Foi através do meu marido que comecei a conhecer e a saber o que era um escuteiro e o que era o CNE. Pouco sabia do assunto quando o conheci.

Ele é (e ainda é!) escuteiro desde os 6 anos!!!

Desde aí tenho partilhado todo esse modo de vida. E como os admiro...

Ali aprende-se muito, e principalmente, muito daquilo que não se aprende na escola. A viver. A viver bem consigo e com os outros (companheiros, famílias, comunidade, Igreja). A dar valor à vida e às pequenas coisas que ela nos dá. Ajudam-se entre eles e ajudam os que precisam. Crescem assim: a ajudar. Enquanto crianças, aprendem a viver em grupo. Enquanto jovens a descobrirem um sentido para o seu futuro. Enquanto adultos, ajudam os mais novos e orientam-nos.

E o tempo que eles dão à "causa"? No caso dos mais novos poderá ser uma tarde por semana, um dia e um fim-de-semana por trimestre, uma semana por ano... E no caso dos "chefes"? Serões e serões durante a semana, fins-de-semana, férias (dias que retiram das suas férias)... Horas e horas a preparar actividades, reuniões, espectáculos, angariações de fundos... O que é que recebem? Nada. A não ser muitos e muitos sorrisos, muitos obrigados, muito reconhecimento pelo trabalho que fazem.

Num Mundo onde cada vez mais as pessoas olham para o seu umbigo, onde há cada vez menos tempo, onde se valoriza cada vez mais o acessório e o fútil, parece-me de louvar quem consegue combater tudo isso e trabalhar em prol do seu semelhante.

Os meus filhos também já são escuteiros. E em vez de ficarem Sábado na cama, vão para outra "escola". E aprendem a ser autónomos, a jogar (jogos tradicionais e não consolas), a gostar da natureza, a respeitar os outros e as diferenças e... A lista não tem fim! Claro que às vezes se queixam... Mas, ao vê-los, no fim das actividades, porcos e mal cheirosos, e com um grande sorriso na cara, sinto que se calhar vale a pena...

Muito haverá ainda para dizer sobre este assunto, mas deixarei para outros post's.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

E com esta me vou

por titi, em 31.01.13

O meu sobrinho é tão giro, tão giro, tão giro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Agora e na hora da nossa morte

por titi, em 31.01.13

Repararam no post em que eu me regozijava com a chegada iminente de um livro que há muito queria mas que estava esgotado? Pois está aqui, chegou hoje e sei que vai ser uma leitura incómodó-maravilhosa:

A editora é a Tinta-da-china que, desde que apareceu, se distingue pela qualidade do livros que publica e pelas capas extraordinariamente bem feitas e lindíssimas.

No dia em que tive a satisfação de receber o livro, aconteceu isto à editora:

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/responsavel-da-tintadachina-foi-constituida-arguida-por-publicar-livro-que-denuncia-abusos-em-angola-1582791

Se percebi bem, mais facilmente é condenada a Bárbara Bulhosa do que os generais angolanos de cujos negócios o livro fala (e que me apressei a comprar antes que o tirassem das livrarias). Fogo, estou sem fala.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ainda o filme ''Amor''

por titi, em 31.01.13

Quando o filme estreou, quase todos os jornais publicaram entrevistas com o realizador, Michael Haneke. É sempre assim quando estreia um filme dele mas desta vez, mesmo antes de ver o filme, as respostas dele interessaram-me mais do que em outras vezes. De tudo o que ele disse a propósito do filme, dos actores e da vida em geral, ando há uma data de tempo para pôr aqui isto que li na Time Out e que o respectivo director citou no seu blog (blog esse que passo a vida a citar):

 

Aquilo que fazemos por outra pessoa é mais importante do que aquilo que sentimos por ela.

 

Sintetiza na perfeição a essência do filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Notícias do demo

por Checa, em 30.01.13

A notícia já foi dada há uns dias mas só hoje consegui dedicar-lhe algumas palavras.

Acredito que qualquer mãe, seja em Portugal, na Suécia, no Gana, ou na Conchichina, só quer o melhor para os seus filhos. Por isso não consigo imaginar o estado de desespero e de desânimo em que aquela mãe estaria mergulhada para tomar a decisão de tirar a vida aos seus dois filhos, de 12 e 13 anos.

Parece-me uma situação nos antípodas da que me encontro hoje em dia. Mesmo assim, tenho a perfeita noção de que a fronteira entre a sanidade e o desequilíbrio mentais é muito mais ténue do se possa imaginar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pais de bosta

por titi, em 30.01.13

É muito mau subscrever grande parte deste post?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dermatologista implacável e médicos em geral

por titi, em 30.01.13

Hoje fui à dermatologista e o meu post sobre cremes e maquilhagem desactualizou-se. A senhora reprovou veementemente a minha escolha de hidratantes e de base, tudo da Body Shop, e prescreveu-me coisas novas que estou cheia de vontade de experimentar.

A parte chata da consulta foi a proibição de correr durante uma data de dias para a costura da coisa que me tirou de uma perna não abrir. Eu, que já estava a recuperar de 10 dias de inacção motivada pela chuva torrencial, as doenças dos filhos e a minha própria gripe e que me deixaram muito em baixo de forma, vou ter que recomeçar tudo outra vez daqui a uma semana, que treta!

Sempre que visito um consultório de dermatologia lembro a piada que os médicos da família trocavam por alturas da escolha da especialidade sobre como a dermatologia é a escolha certa para quem quer trabalhar pouco e ganhar muito dinheiro. Será, mas têm que ver e mexer em cada coisa mais nojenta!

Os nossos primos devem ser uns grandes otários, em vez de uma escolha esperta vão para Medicina Interna e trabalham que nem mulas sem que o retorno financeiro compense, aos meus leigos olhos, o investimento de tempo e, sobretudo, de tempo familiar de que têm que prescindir. Mas dão cá um jeito nas alturas em os assuntos de saúde nos aflijem!

A profissão médica é socialmente hiper-valorizada e não é só no nosso país de parolos. Por exemplo, nos Estados Unidos, um país que de parolice provinciana não pode ser acusado, são-no mais ainda (e ganham proporcionalmente). Tenho amigos cuja sanha contra os ordenados dos médicos e a classe em geral me impressiona imenso. Por mim, a haver classes profissionais com ordenados elevados, que sejam precisamente os médicos. Um médico competente é, aos meus olhos, uma espécie de divindade em cujas mãos quero poder entregar-me incondicionalmente em caso de necessidade.

(vai continuar)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

É proibido falar de filhos #9 - Ele vem aí, finalmente!

por titi, em 29.01.13

Boa tarde,

Obrigado pela informação do pagamento. O seu livro será enviado amanhã via CTT.

Cumprimentos,

Joaquim Massano

Edições Tinta-da-china, Lda.

email:jmassano@tintadachina.pt

www.tintadachina.pt

[t] +351 21 726 90 28

[tlm] +351 91 216 05 93

[f] +351 21 726 90 30

Autoria e outros dados (tags, etc)

Merda de país

por Checa, em 28.01.13
Agora mesmo cruzei-me com um senhor perto dos 80 anos que me veio pedir ajuda para almoçar, vê mal e o dinheiro da reforma não chega.
Fico doente com estas situações.
Merda de país este que trata os mais velhos como se fossem descartáveis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/7



calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Arquivos

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Who's among us?




Arquivos

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D