Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A visita do Avô L.

por titi, em 20.11.12

A convite da educadora, o meu pai foi à escola do meu filho mais velho conversar com os pequenitos sobre as aventuras que teve na profissão até se reformar. Eu também fui, na qualidade de partenair. Se a entrada naquela escola é sempre um motivo de alegria, nessa tarde foi ... um fartote! Para começar, entrámos na sala à hora combinada e encontrámos a pequenada toda (entre os 3 e os 5 anos) sentada ''na manta'' em rodinha e, quando entrámos, começaram a cantar em coro, naquelas vozinhas estridentes, a sua música das boas-vindas. O meu pai ficou logo emocionado. Lá se começou a sessão que eu, formatada para as apresentações orais preparadas com minúcia, tinha tentado convencer o meu pai a preparar exaustivamente mas ele não foi na conversa. E fez bem. Foi contando historietas, à mínima piada a sala vinha abaixo com as gargalhadinhas, foi perguntando aqui, mostrando fotografia ali, todos a chamar ''Avô!, Avô!'' e, às tantas, fez uma pausa para perguntar se alguém tinha perguntas. Que sim, uma data delas a que ele respondeu. No fim, houve mais um braço no ar e uma pequenita pediu ''posso fazer uma pergunta?''. Claro, pergunta o que quiseres! E a dúvida era:

 

''Quem é que deu um pum?''

 

Ai, ri-me, ri-me, ri-me. Aliás, passaram 6 dias e ainda me estou a rir!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um Natal Diferente

por Teira, em 20.11.12

 

Bom dia,

 

A Fundação AFID Diferença, constituída em 25 de junho de 2005, é uma Instituição de Solidariedade Social reconhecida como Pessoa Coletiva de Utilidade Pública e que serve uma população alargada, em inúmeras Respostas Sociais, apoiando diagonalmente as grandes necessidades na área social, começando na Intervenção Precoce, acompanhando a Criança, o Jovem com Deficiência e em Risco e cumulando com o Apoio ao Idoso.

É no fundo uma grande Família, onde posso contar com o apoio à minha irmã F.. Sem tudo seria bem pior.

 

Assim, divulgo a Feira de Natal deste Ano. Se conseguirem...vale mesmo a pena.

 

Beijinhos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Entregues à bicharada

por kika_70, em 20.11.12

 

Não dá para a acreditar no acontecimento que hoje ameaçou a segurança do meu pai!  Observem que este relato traduz bem o “sem rei nem roque” em que vai este país.

Passo a explicar: desde há largos anos que se nos habituámos a um peculiar fenómeno social a que se chama “Arrumadores”. Sim, com maiúscula (!), porque se arrogaram de uma espécie de estatuto corporativo. Essa cambada de párias esmolantes lá tem os seus códigos, o seu salário, as suas comissões, o seu posto de trabalho, a que só falta o relógio de ponto. Uns verdadeiros assalariados a quem tememos que nos risquem a pintura do carro. Esse sempre foi o medo dominante, tão somente. Mas pasmam-se agora! Porque, estes animais também agridem e esmurram.

Pois é! Foi o que aconteceu hoje ao meu querido pai, ainda dentro do carro, perto do Corte Inglês. Levou dois violentos murros nas ventas e ficou imediatamente transformado num caboz. Mas, como tenho um pai mui valente, foi vê-lo lançar-se para fora do carro e protagonizar uma épica cena de pugilato no meio chão, ao bom estilo Stallone.

Nem um polícia... Apenas uma legião de taxistas que tentava separá-los, enquanto a minha mãe, coitada, ameaçava chamar o 112, não sem antes ter interpelado o troglodita “oiça lá qual é sua  profissão?!!!! O sr é dono disto p’racaso?” (pelo amor à camisola que esta gente tem, ele dir-lhe-ia que “sim” obviamente).

Ah mas o meu pai chegou-lhe! Mesmo de ventas reviradas do avesso, lá lhe afivelou umas biqueiradas! “My hero”!  Por fim lá se pisgou, o animal. Nunca mais ninguém o viu.

Nesta história bizarra, o que me aflige é pensar se não tivesse sido um duplo murro nos olhos, mas antes uma naifada mesmo à chunga, com graves e irremediáveis consequências?

Não posso deixar de me rir do caricato de toda a cena, mas preocupa-se esta complacência por um lado, e esta impunidade, por outro; esta convicção de que não vale a pena dar parte à Policia de quem só receberíamos uma bateria de burocracias para cumprir. Preocupa-me que a nossa sociedade continue neste processo procriação de inúteis que, infelizmente, serão cada vez mais…à solta e inimputáveis, como se vê.

Mas, graças a Deus, o meu pai está ótimo e vai amanhã para a caça com o grande tio Luis. Será que tem olho para a espingarda?

Autoria e outros dados (tags, etc)


calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930


Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Who's among us?




Arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D