Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Tão fofo

por titi, em 13.10.15

- Ups, esqueci-me de ligar à avó a dizer que já cheguei..

- O quê, telefonas à avó sempre que chegas de Bragança?!

- Sim, a avó gosta que ligue a dizer que cheguei bem, sabes que os pais preocupam-se sempre com os filhos..

- A sério? Mesmo quando os filhos têm quase 50 anos?!

Autoria e outros dados (tags, etc)

A bela da telenovela

por titi, em 09.02.15

Um virote, o nosso fim-de-semana. Acabei-o tão cansada que, à inquirição do maridão sobre se queria ir eu ao cinema com a mana dele no domingo à noite, pensei, pensei e ... não quis. Foi ele e eu fiquei deitada no sofá. Valha-me Deus, coisas novas e importantes para ler até 4ª feira e eu a queimar o serão a ver esta grande bosta (porque prometi não ver isto sem ele):

O sábado foi dedicado ao encontro bi-anual dos alumni do infantário do António, onde o Vasco ainda anda. Enfim, não é bi-anual, nem é com os colegas todos, mas há um pequeno grupo de mães que se formou quando os nossos filhos lá andaram e damo-nos tão bem que gostamos imenso de marcar almoços e jantares seguidos (ou antecedidos) de uma passeio ou uma ida à praia. Ajuda bastante o facto de os miúdos se darem todos muito bem e ainda frequentarem juntos aulas de inglês no dito infantário, apesar de lá não andarem há mais de 2 anos. No caso do António, a coisa tem a agravante de se dar mega-bem (neste momento, lá em casa é tudo ''mega'') com o ex-colega Francisco com quem partilha um interesse profundo pela telenovela da SIC, Mar Salgado, e com quem marca jantares de sábado, ora em casa de um, ora na casa do outro, para verem o episódio juntos. Dá-se o caso de o Francisco saber muito mais daquilo do que o António, que só vê de vez em quando versus o outro que vê todos os dias, e de o meu filho chegar todas as 3as ávido ao inglês para sacar ao Francisco informações sobre o que aconteceu na novela. Trata-se de um caso flagrante de um feitiço que se vira contra o feiticeiro porque fui eu que aticei o interesse do nosso filho por um programa deste gabarito, como o mariduncho não se cansa de me esfregar nas ventas quando me queixo. Até aos 7 anos, o António pura e simplesmente não via televisão. Zero, niente, indiferença total. Era completamente incapaz de ver um filme, não conhecia nenhuma série, nada. Ah, que sorte, é muito melhor assim que o contrário, diziam as pessoas, mas a mim parecia-me meio estranho tamanho desinteresse e cheguei a pensar que talvez ele fosse surdo e não percebesse o que se passava no écrã. Quer dizer, ver um filme ou uma série fixe é uma actividade agradável e instrutiva para os miúdos, desde que doseada, não? Há alguns meses fez-se luz: ao meu filho, séries fantasiosas com super-heróis ou pessoas que voam, passam ao lado. Ele - como eu - é da fantasia realista, se se pode dizer assim, adora histórias de vidas verdadeiras ou que podiam ser verdadeiras. Nos livros que lê, nota-se a mesma tendência: não se interessa minimamente por Geronimos Stilton e ratos que falam mas adooooooooooooora as histórias das Gémeas no Colégio de Santa Clara (de que lemos um capítulo ao deitar) e mói-me o juízo com perguntas sobre o carácter das personagens. Assim, na minha batalha por despertar nele algum interesse pelo que se passa na televisão, resolvi apresentar-lhe a telenovela do momento. Achei que uma portuguesa era mais adequada que uma brasileira e lá fomos. Afinal de contas, desde pequena que passei momentos muito instrutivos e prazerosos a assistir a telenovelas*, não achei nada desadequado que o meu pequeno pudesse experimentar o mesmo. O papá concordou (sem saber que a actual novela da noite da SIC é bastante ... mmm ... má) e lá fomos. Claro que acertei: ao fim de meia dúzia de minutos do primeiro episódio que viu, notei-lhe no olhar uma acendalha de enorme interesse e, desde aí, tem sido um ''maravilhoso'' mundo novo a revelar-se ao miúdo. Além da história propriamente dita, interessa-se pelos actores, pelos cantores, pelos figurantes, pelos argumentistas e eu estou a começar a arrepender-me um bocado do meu plano, sobretudo quando o apanho nas bombas de gasolina a folhear aquelas revistas de formato A5 que só falam de telenovelas.

O que é que eu fiz?!

 

Bem, o assunto era o fim-de-semana. Ficará para depois.

 

 

* a última que me alegrou os serões foi esta.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Colegas careiras

por titi, em 17.11.14

- Mãe, hoje na escola fizeram-me três massagens.

- A sério? Bem, que sorte, como foi isso?

- Deitei-me em cima do muro e a Ema, a Alice e a Maria iam-me fazendo massagens nas costas.

- Quem me dera, ainda por cima sem ser preciso pagar nada...

- Ah, mas eu paguei. Foram três folhas por cada massagem. (indignado) Ainda por cima tinham de ser folhas em bom estado, não podiam estar amachucadas nem rasgadas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Natal - estão abertas as hostilidades

por titi, em 11.11.14

bloquinho já está a ter uso:

image1

Autoria e outros dados (tags, etc)

Finalmente

por titi, em 01.10.14

O António veio almoçar a casa. Mal acabou a fruta perguntou:

''Podes levar-me já para a escola para eu ter tempo de brincar um bocado antes de tocar?''

Quem conhece a peça sabe: isto é uma conquista do caraças.

E porque raio me sai este post desintitulado e com a data marada na pré-visualização, senhores que tomam conta dos blogs do SAPO?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Meu amorzinho

por titi, em 26.09.14

- António, acho a tua professora muito gira...

- (espantado) A sério, achas gira?

- Sim, acho que tem imensa pinta.

- (espantadíssimo) Achas a Professora Rita assim ... mesmo gira?

- Sim, qual é o espanto? Quem me dera a mim chegar aos 47 anos com o aspecto dela...

- (em choque) Hããã? Mas tu já és tão gira!

Autoria e outros dados (tags, etc)

As gémeas, outra vez

por titi, em 11.09.14

Corre o risco de se transformar no assunto mais referido deste blog, este par de primas. Mas é impossível não ficar a pensar nelas depois de estarmos juntos algum tempo, que foi o que aconteceu ontem à noite. Depois de múltiplos e insistentes pedidos dos meus filhos, vieram cá dormir pela 2ª vez desde que regressámos de férias. A mim parece-me um bocado incrível que a meninas de 9-quase-10 anos entusiasme a perspectiva de passar a tarde/noite com dois primos minorcas que não as deixam em paz nem um segundo mas a verdade é que elas parecem satisfeitas. Vieram ontem depois do 2º treino diário de canoagem e jantámos todos juntos. O António tinha encomendado massa à bolonhesa (imaginação na alimentação não é o forte deles) que o meu preparou amorosamente. Tivemos de arrastar a mesa da sala para cabermos todos e foi uma animação de jantar. Comeram, comeram, comeram e deixaram os adultos perplexos. Até o António e o Vasco que, não comendo mal, não comem muito, pareciam ter um rombo na barriga. Enquanto jogávamos ao ''vejo, vejo. o que vês?'' perdidos de riso porque o Vasquinho mandava para o ar com grande convicção ''guardanapo!'', ''porta!'', ''prato!'' quando a letra era o C, lá traçaram um belo jantar rematado com um brinde ao novo ano lectivo em que os copos chocalharam até eu tremer. No fim, um grande ''palmas à cozinheira'' dedicado ao pai.

A seguir ao jantar, um teatro, pois claro. Grande histeria enquanto eu e o pai éramos banidos para o nosso quarto para a trupe ensaiar. Pela casa toda. E nós, tão chateados, a ler deitados na cama. O teatrinho foi muito interessante, envolveu canto e dança, como sempre, mas estava a ficar tarde e o Vasquinho já está a ir para a escola (e as meninas tinham canoagem outra vez, esta manhã). Lavar dentes, vestir pijamas e mais um bocadinho para o sofá ver Panteras Cor de Rosa. Aí tivemos o momento dramático da noite quando o António começou a chorar porque as primas não voltavam cá a casa antes da escola começar. Pois não, mas podem vir logo no fim de semana seguinte, diziam elas, mas ele numa tristeza que até fazia pena. Depois lá se conformou e foi o primeiro a adormecer, seguido das meninas e sendo o Vasco o último como sempre. Já todos estavam ferrados e ainda se ouvia a voz dele a sussurrar ''gémea, gémea, eu adoro-te'' seguido de ''e adoro-te a ti também'', não fosse a mana ficar sentida. Elas adormeceram perdidas de riso com as intervenções dele.

Hoje de manhã foi tudo a marchar levar o Vasco à escola, que ia orgulhosíssimo, depois de um pequeno-almoço muito bem disposto, e a seguir cada um à sua vida. Clara e Joana para o rio Douro remar, António ao médico com a mãe e depois para a casa da avó.

E assim se vão queimando os últimos cartuchos deste verão que só o foi enquanto estivemos a sul do Porto. Aqui, valha-me Deus, não se sai da cepa torta do mau tempo, irrra!

 

[uma pergunta] Há algum truque para evitar que as crianças cheguem da praia com duas tonelada de areia enfiadas no rabo? As idas à praia de Matosinhos ao fim da tarde custam-me meia hora de gatas a limpar a areia da banheira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Homework

por titi, em 29.01.14

Já comentei aqui mais que uma vez que o António está completamente apaixonado por todas as actividades lectivas em que se estreou este ano. Se o deixarmos, faz quilómetros de fichas, ama os trabalhos de casa e atira-se a eles alegremente mal chega da escola (deveras prático para nós, pais que, ao contrário da maioria dos nossos amigos com filhos no 1º ano, não temos que nos chatear nada com esta parte). Noutro dia anunciou que a professora de inglês lhes tinha pedido sugestões de actividades para o jogo Simon Says e que ia tratar disso. No fim apresentou-me esta folha maravilhosa.

Sim, eu sou a mãe, consequentemente a pessoa mais facciosa do universo, mas digam-me lá se é possível não ficar enternecido ao ler uma coisa destas?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

SMS ao Rei de Espanha que matou um elefante..

por titi, em 16.12.12

Lembram-se de, há uns meses, o Rei de Espanha ter sido descoberto numa caçada aos elefantes?

O assunto foi debatido na escola do meu filho mais velho que, na altura, andava obcecado com a escrita de SMS. Numa certa 6ª feira, encontrei esta no meu telemóvel.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


calendário

Janeiro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Arquivos

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Who's among us?




Arquivos

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D