Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Hoje, uma canção

por titi, em 28.11.14

Este post pode ser encarado como uma indirecta para quem me dá presentes de Natal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

José Sócrates andou a ver demasiados apisódios do Alô Alô

por titi, em 27.11.14

Sim, porque não é uma temporada a viver em Paris que justifica esta maneira de falar. Ou então era para despistar as escutas...

Ouvi este podcast há mais ou menos 1 ano e and desde a aí a esquecer-me de partilhar. Ouçam o link, depois vejam o vídeo e comparem.

 http://rsspod.rtp.pt/podcasts/at1/1310/2692632_143989-1310181254.mp3

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há algo muito errado comigo

por titi, em 27.11.14

Entrei numa Bertrand e desatei a cobiçar livros. Andei, andei, os olhos fugiram para estes, que tanto desejo:

1.jpg

2.jpg

3.jpg

5.jpg

Mas aquele em que peguei quando me sentei um bocado nos sofás foi estoutro:

4.jpg

Adorei. Deverei procurar ajuda?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O estado a que a os media chegaram

por titi, em 26.11.14

A vida de José Sócrates na prisão está a centrar todas as atenções sobre o Estabelecimento Prisional de Évora e nem aquilo que o ex-primeiro-ministro comeu escapou aos órgãos de comunicação social. O preso n.º44 comeu hoje cozido à portuguesas e, segundo o Diário de Notícias, a refeição foi lhe dada na sua própria cela. José Sócrates chegou às 3h da manhã à cadeia de Évora e não recusou a ementa do dia para o almoço.

 

O quê, é esta a profundidade do trabalho dos jornalistas?! E do xixi, nada? Cocó, não se sabe se fez? Não recusou a ementa do dia? Um preso modelo, é o que é, se fosse eu, que odeio carne cozida, recusava-a.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma assoalhada nova cá em casa: os aposentos do estudante

por titi, em 25.11.14

Cá por casa decidimos que tinha chegado a altura de o António ter a possibilidade de algum sossego para fazer os seus trabalhos de casa e estudos diversos sem ter de gramar com o irmão a cantar e a arrastar cadeiras ao lado, desconfio que um pouco por despeito por ainda não ter sido objecto de tal - ter trabalhos de casa. Recuperámos uma das nossas secretárias do tempo pré-filho/casa com escritório, que está impecável e é super sóbria e jazia no sótão há uns bons anos (desde que foi forçada a ceder o lugar ao muda-fraldas). Rearrumámos a brinquedagem do quarto (ó, que satisfação me deu reduzir a metade a quantidade de carrinhos, ambulâncias, aviões e camiões que estes gajos tinham!), as coisas mais infantis foram para os fundos e assim se criou um recanto bastante acolhedor para o nosso rapazito fazer as suas coisas de crescido com tranquilidade. A inauguração oficial da secretária deu-se ontem, num momento não completamente destituído de alguma comoção. Minha e do pai a pensar que vamos poder abancar-nos nela de vez em quando (não ter espaço para escritório é a maior desvantagem destes 100m2), do António e do Vasco porque ... bem, porque para eles tudo é uma emoção. Mudar uma lâmpada, arrumar uma prateleira, ajudar a partir ovos, despejar a farinha do bolo na taça, é tudo espectacular, é tudo um acontecimento. Ponderámos em conjunto os objectos a pôr-lhe em cima - confessou desejar muito ter um bloco de post-its -, escolhemos o candeeeiro que a iluminará, afiámos os lápis, deitámos fora canetas gastas e, por fim, deu-me vontade de um retoque final para tornar o cantinho amorosamente cosy e pus uma mantinha de polar nas costas da cadeira para aconchegar o pequeno na sua devoção ao trabalho escolar. A recepção foi péssima:

Uma manta?! Isso não, não é nada próprio para uma secretária de estudante!

Pimba!

 

Depois, a prima Gabriela veio cá jantar pela primeira vez. Tem 5 anos e é um espectáculo. Vinhamos a conversar no carro e ela concluiu que somos muito parecidas porque ambas gostamos muito de chocolates mas as nossas mães não nos deixam comer todos os que queremos. Chegada cá a casa, de surpresa para os primos, foi acolhida com grande alegria. O Vasco, como sempre faz, deu-lhe a mão, foi mostrar-lhe a casa e eu ia ouvindo:

Aqui é a nossa casa de banho pequena.

Aqui é o arrumo.

Este é o meu quarto.

Esta é a mesa de trabalho do meu irmão.

Mesa de trabalho? Ninguém lhe tinha chamado assim, mas o chavalito apanhou bem o espírito da coisa. Claro que a Gabriela não ligou peva à mesa. A visita dela foi uma alegria em crescendo, com os primos a acharem-lhe cada vez mais graça e tendo o auge sido atingido no momento em que ela deu um pu à mesa, tendo com isso conquistado a eterna admiração dos meus filhos. Combinámos que voltaria a vir cá jantar brevemente mas a fasquia está tão alta que nem imagino que dotes a miúda poderá exibir da próxima vez para ganhar ainda mais consideração destes primos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A vida é bela #5

por titi, em 22.11.14

Eu aprendi que as pessoas vão esquecer-se do que disseste, as pessoas vão esquecer-se do que fizeste, mas as pessoas nunca se vão esquecer da maneira como as fizeste sentir.

Maya Angelou

Aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A vida é bela #4

por titi, em 21.11.14

Tudo o que nos irrita nos outros pode levar a um entendimento de nós próprios.

Carl Gustav Jung

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assim vai o ensino em Portugal...

por titi, em 20.11.14

- Mãe, a Professora Rita enganou-se a escrever uma palavra no quadro!

- É possível, as professoras também têm direito aos seus enganos, sabes...

- Imagina que escreveu 'têm' em vez de 'tenhem'.

Francamente, Professora Rita!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sofia Lisboa

por titi, em 20.11.14

Já viram isto?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

As maravilhas da tecnologia

por titi, em 20.11.14

Quem, quem é que diz mal dos telefones inteligentes e das tecnologias em geral? Eu amo bué o meu smartphone e a net em geral, por muitas e boas razões a que hoje acrescento mais uma.

Problema: uma pessoa tem um amigo impossibilitado de ler mas cheio de vontade de recordar certas entrevistas e leituras em geral que fez ao longo dos anos (como o compreendo!).

Solução: procuram-se e encontram-se as entrevistas na net - obrigada Anabela Mota Ribeiro, obrigada Francisco José Viegas - leem-se para o gravador do telemóvel, liga-se o dito à aparelhagem de casa e voilá, uma hora sem mais nada nem mais ninguém.

Parece pouco? Esperem até lá chegarem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/5



calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30


Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Who's among us?




Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D